skip to Main Content
13 de maio de 2021 | 12:52 pm

INFESTAÇÃO PELO AEDES AEGYPTI ATINGE 23,4% DOS DOMICÍLIOS EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Mais de 23% dos domicílios têm larvas do Aedes aegypti em Itabuna.

Mais de 23% dos domicílios têm larvas do Aedes.

Chega a 23,4% o percentual de domicílios itabunenses infestados por larvas do mosquito transmissor de dengue, chikungunya e zika, segundo o último Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). O resultado do levantamento foi divulgado hoje (9) pela Secretaria de Saúde de Itabuna.

O percentual é mais de 22 vezes superior ao aceitável – menos de 1% – pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Porém, é inferior ao índice apurado em agosto (29,8). “Não há o que comemorar porque o índice continua alto”, alerta Paulo Bicalho, secretário de Saúde de Itabuna.

Segundo informativo da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Itabuna, o índice se refere aos meses de setembro e outubro, “período em que o trabalho de campo foi ainda mais intensificado pelos Agentes de Endemias com visitas domiciliares”.

Quando o resultado é analisado por localidade, o Novo Horizonte liderou. A cada 100 casas visitadas no bairro, 56 registravam presença de larvas do mosquito. Número é ainda maior que o apurado em agosto (54).

A maior redução, conforme a Secretaria de Saúde, ocorreu na Mangabinha. Caiu de 41% para 11%. Há um bairro, segundo a secretaria, onde o percentual de casas infestadas é zero, o São Judas.

 

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top