skip to Main Content
14 de abril de 2021 | 01:08 am

PANDEMIA DERRUBA ESTOQUES DE BANCOS DE SANGUE; VEJA DICAS PARA DOAR COM SEGURANÇA

PANDEMIA DERRUBA ESTOQUES DE BANCOS DE SANGUE; VEJA DICAS PARA DOAR COM SEGURANÇA
Tempo de leitura: 2 minutos

A pandemia do coronavírus reduziu em 70% o número de doadores no Banco de Sangue de Itabuna, principal hemocentro do sul e extremo-sul da Bahia. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que apenas 1,6% dos brasileiros doem sangue. Coordenador do curso de Enfermagem da Unime Itabuna, Josenilton dos Anjos diz que doar sangue é ato nobre e pode ser feito de forma segura durante a pandemia.

– Os bancos de sangue têm adotado medidas de prevenção para evitar a propagação do vírus e para que não haja risco aos doadores. A distribuição de álcool em gel, o uso da máscara, a limpeza a cada uma hora das maçanetas de portas e corrimãos e distanciamento entre as cadeiras da coleta para evitar contato físico são alguns exemplos. A doação de sangue é segura, não havendo riscos para quem doa – explica Josenilton dos Anjos.

O Ministério da Saúde orienta à população que continue doando sangue, mesmo neste momento de pandemia, uma vez que os casos de febre amarela, anemia crônicas, tratamentos de câncer, acidentes que causam hemorragias, complicações decorrentes de dengue e outras doenças graves continuam acontecendo e mantendo o consumo de sangue diário e contínuo.

DICAS DO ESPECIALISTA 

Além das dicas de segurança, há também outras para assegurar tranquilidade na doação de sangue, a exemplo de uma boa noite de sono antes de doar, não estar de jejum – recomenda-se consumir frutas, verduras e legumes -, hidratar-se bastante com água e sucos naturais e não ingerir substâncias como álcool e tabaco. 

O candidato a doador precisa ter entre 16 e 69 anos – menor precisa de autorização do pai ou responsável -, pesar, no mínimo, 50 quilos, estar em bom estado de saúde e levar documento com foto no momento da doação. Em relação ao coronavírus, são considerados inaptos pelo período de 30 dias pessoas que tiverem contato, há menos de um mês, com casos suspeitos ou confirmados da doença ou que apresentarem sintomas respiratórios e febre.

“É muito importante lembrar que a doação é um procedimento simples, rápido e indolor, e a única forma de abastecer os bancos de sangue. Por isso, cada ação contribui muito com a vida de tantas pessoas que precisam”, completa o coordenador do curso de Enfermagem da Unime Itabuna.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top