skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 04:49 pm

ATÉ LOGO, SOLON CERQUEIRA!

ATÉ LOGO, SOLON CERQUEIRA!
Tempo de leitura: < 1 minuto

Solon Cerqueira era um homem apaixonado pela política e pela comunicação. Exercia bem a arte não apenas de se comunicar, mas de fazer e preservar amigos. Colecionou uma legião deles nos 58 anos de vida. 

No início da tarde deste sábado (13), Solon deu um até logo aos amigos. Partiu, após 24 dias internado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Calixto Midlej Filho, da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, vítima da Covid-19.

Solon deixa esposa, Agna Calheira, e os filhos Miguel e João, da união com Ana Niela. E deixa uma legião de amigos e a todos órfãos de bom papo e de suas histórias bem contadas, com toda a teatralidade de quem conhecia a vida e sabia viver.  

Empresário da área de cacau e derivados, Solon fez história – e muitos amigos – na comunicação, dirigindo duas das principais emissoras de rádio do sul da Bahia – a Difusora AM, de Itabuna, e a Gabriela FM, de Ilhéus. Também participou de campanhas políticas vitoriosas em Ilhéus e em Itabuna, comandando a área do rádio.

O delegado Ricardo Ribeiro conheceu Solon Cerqueira no final de 2004, em Ilhéus, ambos atuando na área da comunicação. “Solon era a alegria, um cara espirituoso, amigo, uma pessoa fora de série, gente boa demais”, afirmou Ricardo. Ailton Silva, editor do PIMENTA, também lembra da alegria que Solon irradiava por onde passasse. “Era muito difícil encontrar com Solon e não ter resenhas e muitas gargalhadas”.

Esta publicação possui 4 comentários
  1. O céu recebe hoje o melhor contador de causos e anedotas que já conheci. Homem inteligente, generoso, sensível, bem-humorado, que sabia orientar, elogiar e corrigir com respeito.
    Solon foi o melhor chefe que tive, o primeiro a me valorizar como profissional e com quem aprendi muito. O nosso tempo de trabalho foi relativamente curto, mas o carinho e a admiração seguiram ao longo de mais de 16 anos.
    A presença de Solon sempre foi sinônimo de alegria, riso, pensamento rápido e afiado. Apesar de sua ausência tão prematura, será eternamente lembrado dessa maneira pelos amigos colecionados ao longo de sua jornada.
    Ele soube fazer a diferença em vida, sendo alguém que acrescentou muito para muita gente.
    Nesse momento de dor dilacerante, desejo forças à família que ele zelava com tanto amor e devoção.
    Para tentar evitar ao máximo o sofrimento causado por esse vazio deixado pela perda de alguém tão querido, só peço que se cuidem com toda prudência possível. Vai passar.
    Até breve, Solon!

  2. Realmente, bem definido, quando citou na matéria que ele era uma pessoa que sabia fazer e colecionar amigos, e eu me orgulhava de tê-lo como amigo. Bom amigo, bom caráter, bom parceiro, bem humorado. As vezes ele citava o termo elixir tombante (numa alusão a bebida alcoólica), e esses detalhes marcam na vida da gente. Vai com Deus amigo, com certeza Deus lhe chamou, porque quer pessoas boas ao seu lado!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top